03 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
28/04/22 às 15h06 - Atualizado em 28/04/22 às 15h48

Moradores da Vila dos Carroceiros aprovam projeto da Seduh para regularização

COMPARTILHAR

Um novo passo foi dado no processo de regularização da Vila dos Carroceiros, em Santa Maria. Os moradores da região administrativa aprovaram, por unanimidade, a proposta da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) de regularizar o local, onde vivem 563 pessoas. A medida é aguardada há mais de 20 anos pela comunidade local, que anseia pelos benefícios trazidos com a iniciativa, como iluminação pública, asfalto e saneamento básico.

O assunto foi debatido na noite desta quarta-feira (27), durante audiência pública realizada pela Seduh com a população. A reunião ocorreu no auditório do Galpão Cultural de Múltiplas Funções de Santa Maria. O encontro também foi transmitido virtualmente, para ampliar a participação da sociedade. Com isso, mais de 280 pessoas tiveram a oportunidade de acompanhar a audiência, tanto de forma presencial como virtual.   

Para a administradora regional de Santa Maria, Marileide Romão, a apresentação do projeto na audiência é o começo de uma nova realidade para a Vila dos Carroceiros. “Esse é um ato de compromisso com as pessoas. Há mais de 20 anos que existe essa comunidade, mas que estava esquecida. Aqui, na audiência pública, se debate o que a comunidade realmente precisa”, destacou. 

Também presente na reunião, a moradora de Santa Maria e deputada distrital Jaqueline Silva ressaltou a importância da participação da sociedade na audiência, etapa essencial para a regularização da vila. “É um dia marcante na vida de muitas pessoas. A presença de vocês todos é a demonstração mais viva do quanto as pessoas estão esperançosas e confiantes nesse processo”, comentou. 

Na ocasião, a equipe técnica da Seduh apresentou a versão preliminar do Projeto de Lei Complementar (PLC) que inclui a Vila dos Carroceiros como uma Área de Regularização de Interesse Social (ARIS) na Estratégia de Regularização Fundiária do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot) de 2009.

O PLC altera o artigo 135 e Anexo II da Lei Complementar nº 803/2009, que aprovou a revisão do Pdot naquela época. Dessa forma, transforma a Vila dos Carroceiros em uma ARIS e, com isso, garante todas as melhorias previstas após a regularização, como direito à moradia e infraestrutura básica.

“É mais um passo para vocês terem a tão sonhada escritura do lote, com iluminação, água, esgoto e tudo mais que se tem direito”, afirmou a secretária executiva de Planejamento e Gestão do Território da Seduh, Janaína Vieira.

A medida se torna necessária, pois no local há centenas de pessoas em situação de vulnerabilidade social, espalhados por uma área de 1,4 hectare. É uma ocupação que se consolidou nos últimos anos, resultado de um antigo programa de instalação de currais para os catadores deixarem seus animais. Contudo, as pessoas acabaram por ocupar o espaço para moradia.

Uma delas é Sônia Martins da Silva, que vive na vila há 18 anos. Para ela, o avanço no processo de regularização será uma verdadeira vitória, depois de anos de luta. “Uma das minhas maiores alegrias é saber que a nossa vila vai ser regularizada”, disse. “É como um sonho, saber que nossos filhos poderão ter um lugar que vão chamar de seu”, completou. 

Consulta pública

Além da audiência, a Seduh também abriu, em março, uma consulta pública para ouvir as sugestões da população sobre o processo de regularização da Vila dos Carroceiros. Ao longo de 20 dias, os participantes enviaram suas contribuições para o e-mail direg@seduh.df.gov.br

O objetivo com os dois eventos foi democratizar o acesso às discussões e garantir a transparência com a participação dos cidadãos. Eles foram abertos a toda a sociedade e feitos em formato virtual, em respeito às medidas de segurança impostas durante a pandemia.

Próximos passos

A equipe técnica da Seduh vai avaliar as contribuições apresentadas pelos moradores na consulta pública e na audiência, para acrescentar ao PLC. Assim que estiver concluído, o texto ainda precisa passar pelo aval do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan).

Após a aprovação do colegiado, o projeto será encaminhado para a análise da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Depois disso, deverá ser sancionado pelo governador Ibaneis Rocha.

*Com informações da Seduh

Mapa do site Dúvidas frequentes