27 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
11/08/21 às 16h02 - Atualizado em 11/08/21 às 16h02

Biblioteca Nacional de Brasília doa acervo para Santa Maria

COMPARTILHAR

Biblioteca Nacional de Brasília doa acervo para Santa Maria

Além de equipar a Monteiro Lobato com cerca de mil livros, BNB também promoveu curso de capacitação para os funcionários

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

 

A Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) doou cerca de mil obras e uma coleção de 40 cordéis, clássicos da literatura nordestina, para a biblioteca Monteiro Lobato de Santa Maria. Além disso, capacitou a equipe da unidade para receber o público neste momento de volta ao atendimento presencial.

Metodologia eficiente

Os funcionários participaram de uma capacitação envolvendo o que há de mais atual no universo das bibliotecas públicas. Ministrado por uma plataforma digital, o conteúdo incluiu desenvolvimento de coleções, diretrizes básicas de processamento técnico, organização do acervo e gerenciamento de redes sociais para bibliotecas.

A pedagoga Pollyana Sampaio, e servidora da Monteiro Lobato, participou do curso com sua equipe e avalia que o suporte técnico fornecido foi fundamental para guiá-la no processo de atendimento ao público e na estruturação organizacional do espaço literário. “Considero o curso essencial e didático. O conteúdo foi muito bem-preparado para que nós desenvolvamos o melhor trabalho possível”, arremata.

Morador de Santa Maria, Edson Júnior é arquiteto e frequenta a Monteiro Lobato há alguns anos. Com o objetivo de ser aprovado em um concurso público, ele voltou à sua rotina de estudos na biblioteca. “Após a reforma, vejo que além da estrutura, os servidores estão sempre dispostos a colaborar com a qualidade do estudo e disposição de conhecimento”, afirma o estudante.

Biblioteca Monteiro Lobato de Santa Maria 

Inaugurada em 1995 e com um acervo de mais de nove mil títulos, a Biblioteca Monteiro Lobato passou por uma reforma no valor de R$ 191 mil e foi reinaugurada em 30 de julho, com as presenças do governador Ibaneis Rocha, do secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, e da diretora da BNB, Elisa Raquel Quelemes.

Na obra, o piso e o forro foram trocados, as instalações elétrica e hidráulica foram revisadas, os alambrados passaram por manutenção e os banheiros, agora, contam com recursos de acessibilidade. A unidade também recebeu um novo aparelho de ar-condicionado e câmeras de vigilância.

A Biblioteca Monteiro Lobato fica na EQ 215/315 Lote A (ao lado do Caic), em Santa Maria, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e entre as 14h e as 18h. Telefone: 3394-1264.

 Rede

A Biblioteca Nacional de Brasília, administrada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), é responsável por coordenar a Rede de Bibliotecas Públicas do Distrito Federal (RBPDF). A BNB reserva 26 estantes para doações, que são selecionadas, higienizadas e distribuídas entre as bibliotecas da Rede.

“A maioria dos produtos e serviços que a BNB desenvolve é compartilhada com todas as outras bibliotecas públicas do DF. É importante ressaltar que essa metodologia de difusão para a implementação de serviços é o que caracteriza a composição da Rede de Bibliotecas Públicas do DF. O nosso novo desafio como coordenação é automatizar todas as bibliotecas públicas do DF”, explica Elisa Raquel, citando coo exemplo de partilha o projeto Clube de Leitura.

“É uma felicidade testemunhar o investimento do GDF em educação e cultura e também saber da contribuição da BNB nesse papel de coordenação distrital dessa rede pública de espaços de saber”, destaca o secretário de Cultura e Economia Criativa.

A Biblioteca Nacional também ministra curso de formação para servidores das bibliotecas públicas. Assegura, ainda, o assessoramento técnico quanto às rotinas de funcionamento das bibliotecas públicas, por meio de visitas técnicas, treinamentos de equipe e elaboração de manuais, pareceres e notas técnicas, visando adequá-las às necessidades da comunidade.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros