31 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
6/10/20 às 14h14 - Atualizado em 6/10/20 às 14h14

Drenagem da DF-290 está em fase de finalização

COMPARTILHAR

ANA LUIZA VINHOTE, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON

A água da chuva terá destino certo em Santa Maria. As obras de drenagem próximas ao quilômetro 4 da DF-290 – perto do Condomínio Porto Rico – devem ser finalizadas até o próximo mês. 90% da lagoa de detenção, 85% do canal e do túnel estão executados. O método utilizado na construção é o N.A.T.M – New Austrian Tunnelling Method – , mais rápido e seguro.

O objetivo da obra é criar um sistema que suporte a carga das chuvas e evite alagamentos, que prejudicam os 40 mil motoristas que transitam pela região. Com o investimento de R$ 4,7 milhões, o empreendimento gerou 360 empregos diretos e indiretos.

O executor do contrato da Secretaria de Obras e Infraestrutura, Carlos Vieira, explica que foram construídos quatro dissipadores – estrutura para diminuir a força da água – que caem na lagoa com capacidade para cerca de 40 mil caixas d’água de mil litros cada. Nesta etapa, faltam apenas o plantio de grama e a construção dos muros.

“Um dos problemas é a quantidade de lixo que vem com a chuva. Estava tudo limpinho e tivemos que parar os trabalhos para higienizar de novo. Foram retiradas 79.500 toneladas de lixo”, reclama.

De lá, o líquido escorre para o novo canal com paredes de 3 metros de altura e 2,70 de largura e, em seguida, para o túnel de 57 metros de comprimento, 3,77 metros de altura e 3 de largura. O método N.A.T.M acelerou os procedimentos.

“Escavamos e concretamos ao mesmo tempo, por isso é um procedimento mais rápido e seguro, tanto para os operários quanto para a população”, informa Vieira. A obra é financiada pela Caixa Econômica Federal, uma vez que os recursos para a execução estão vinculados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Pavimentação e Qualificação de vias urbanas no Setor Porto Rico (Santa Maria).

 

Carlos Roberto Correia, 57 anos, não vê a hora da obra acabar. Motorista de ônibus há cerca de 30 anos, ele passa diariamente pela DF-290. “Quando chove para tudo. Além da água, tem terra e asfalto [placas que se soltam com a força da chuva]”, comenta. “Carro pequeno não passa e o grande, às vezes, também não consegue”, lembra. Para o experiente condutor, a obra será fundamental para a segurança do trânsito no local.

É o que reforça o secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho. Segundo o gestor, o crescimento da cidade fez com que o sistema de drenagem das águas pluviais não suportasse o volume chuvas. “A estrutura antiga era muito precária. Agora, estamos ampliando para que haja uma contenção maior”, explica.

Diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF), Fauzi Nacfur, destaca a importância da obra para a população da região. “Por ali eram comuns os alagamentos durante os períodos chuvosos, que sofriam com o transbordo e deslizamentos de terra na região. Agora, os condutores que trafegam por essa via terão muito mais segurança”, ressalta.  

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros